Audiência Pública debateu o fim dos lixões e a coleta seletiva de resíduos sólidos em Borborema-PB

Representantes do Ministério Público da Paraíba (MPPB), da Federação das Associações de Municípios da Paraíba (Famup), da Prefeitura de Borborema, da Câmara Municipal e da sociedade civil organizada participaram na manhã desta segunda-feira, 11 de março, de uma audiência pública que debateu o fim dos lixões e a implantação da coleta seletiva de resíduos sólidos no Município.

A audiência pública que ocorreu no auditório da Escola Municipal José Amâncio Ramalho, em Borborema, contou com as participações do coordenador do Centro de Apoio Operacional às Promotorias do Meio Ambiente, promotor de Justiça Raniere Dantas, do promotor de Justiça Dr. Farias, do Engenheiro Civil do MPPB Caio Marcelo e de outros técnicos do MPPB, do Secretario Executivo da Famup Pedro Dantas, e do Professor da UEPB e UFPB Carlos Berlamino.

Durante a palestra inicial o Dr. Farias destacou a importância da separação do lixo em casa, chamando a atenção da população para a participação no projeto, ressaltando que só com essa separação correta é que a Prefeitura poderá iniciar a coleta seletiva dos resíduos sólidos. O Promotor ainda destacou que é importante a participação dos Professores e Gestores Escolares, como forma de educar e conscientizar a criança, o jovem e o adolescente, a fim de provocar uma mudança de comportamento na sociedade. A sugestão é que se inicie o trabalho de educação ambiental nas escolas e associações, e que se organizem os catadores em associação.

A proposta é da construção de uma unidade de tratamento de resíduos, onde o lixo será separado e vendido; feita a compostagem do material orgânico e o descarte correto do rejeito.

Ainda participaram da Audiência Pública; os Vereadores Neto Galdino, Dilsinho, Laércio, Paula leite e o Vice-prefeito Rubinho.

Parceria entre Borborema e Serraria

Após a abertura da Audiência Pública, a Prefeita de Borborema, Gilene Cândido, se reuniu com os representantes do MPPB, Famup e da Prefeitura de Serraria, onde discutiram a construção de uma unidade de gerenciamento integrado de resíduos sólidos para o trabalho de separação do lixo, atendendo catadores de Borborema e Serraria.

Após a reunião ficou estabelecido que a Prefeitura de Borborema fará um Termo de Cooperação, que deve passar pela aprovação da Câmara Municipal, para o uso de recursos na área onde ocorrerá a implantação da unidade, que fica na Zona Rural do Município de Serraria, em um prédio onde funcionava uma Escola.

Acompanhados pela equipe do MPPB e Famup, os representantes dos dois municípios estiveram visitando a área onde será construída a Unidade de Gerenciamento Integrado de Resíduos Sólidos que vai atender catadores dos dois municípios.

O prazo para o fim dos lixões em Borborema e Serraria é até dezembro deste ano.

COMPARTILHAR